Observações sobre a doença transmitida aos gatos pela lagartixa

A maioria dos tratamentos para infecções por Platynosomum é baseada em um estudo de 1978, no qual praziquantel (20 mg/kg de peso corporal) foi administrado a cinco gatos. Outras doses recomendadas de praziquantel variaram de 5 mg/kg a cada 12 horas por 3 dias até 20 mg/kg de peso corporal oralmente por 3 dias. Na verdade, parece que os pesquisadores ainda não chegaram num só consenso, mas seguem os estudos, e o ideal seriam doses eficazes com concentrações mais baixas.

Se houver comprovação de que o gatinho caçou lagartixa, lagartos, caramujos, é aconselhado administrar o remédio de eleição, o praziquantel, preventivamente em dose única e concentração segura. Quando houver sintomas de indisposição, inapetência, vômitos biliosos em um gato que more em casa, principalmente, a doença causada por Platynossomum deve ser considerada e logo deve ser levado para ser examinado pelo clínico veterinário.

Em estudo de 2007, os autores já apontavam diagnósticos frequentes em felinos domésticos no Estado do Rio de Janeiro. Epidemiológicamente falando seriam necessários mais estudos para observar com maior precisão a prevalência de Platynosomun fastosum em nosso estado, assim como mais trabalhos a respeito das doses ideais e seguras do medicamento e medidas de prevenção, deixando claro que as lagartixas são animais úteis, que se alimentam de moscas, pequenas mariposas, traças e mosquitos – inclusive o mosquito transmissor da dengue, e não são perigosas para o homem. Além disso como já comentado, outros animais podem ser os vetores do trematóideo.

Literatura consultada:

LATHROUM, C.N. et al. Efficacy of Praziquantel in the Treatment of Platynosomum fastosum in Cats with Natural Infections . Vet. Sci. 2018, 5, 35. Disponível em: Veterinary Sciences | Free Full-Text | Efficacy of Praziquantel in the Treatment of Platynosomum fastosum in Cats with Natural Infections (mdpi.com)

RAMOS, R.A.N et al. New insights into diagnosis of Platynosomum fastosum (Trematoda: Dicrocoeliidae) in cats. Parasitology Research 115(2).

SHELL,l. et al. Praziquantel treatment for Platynosomum species infection of a domestic cat on St Kitts, West Indies. Journal of Feline Medicine and Surgery Open Reports p.1–4. 2015.

by Leonora Mello

Páginas: 1 2