Considerações sobre o hipoadrenocorticismo em cão

Sintomas de hipoadrenocorticismo:

Os sintomas do hipoadrenocorticismo canino podem variar em gravidade e cronicidade. Alguns dos sintomas comuns incluem:

  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Letargia;
  • Desidratação;
  • Melena (fezes escuras devido a sangramento gastrointestinal);
  • Anorexia;
  • Perda de peso;
  • Fraqueza;
  • Tremores;
  • Colapso;
  • Hipoglicemia;
  • Hiperpigmentação da pele;
  • Distúrbios eletrolíticos.


          É importante observar que os sintomas podem variar de acordo com a gravidade do quadro e se o animal está passando por uma crise adrenocortical aguda. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado são essenciais para o manejo eficaz do hipoadrenocorticismo em cães.


          É   possível que um cão apresente sintomas de hipoadrenocorticismo sem ter níveis baixos de cortisol. Isso pode ocorrer em casos de hipoadrenocorticismo atípico, onde a deficiência de mineralocorticoides (principalmente aldosterona) é mais proeminente do que a deficiência de glucocorticóides (principalmente cortisol). Nos casos atípicos, os cães podem apresentar os desequilíbrios eletrolíticos associados à deficiência de aldosterona, como hipercalemia e hiponatremia, e podem ou não exibir sintomas como vômitos, diarreia, letargia e fraqueza devido à deficiência de cortisol.


           Portanto, é importante considerar que o hipoadrenocorticismo atípico pode se manifestar com sintomas clínicos sem necessariamente apresentar níveis baixos de cortisol, tornando o diagnóstico desafiador em alguns casos.


Diagnóstico de hipoadrenocosticismo:


  •               O diagnóstico de hipoadrenocorticismo em cães geralmente envolve uma combinação de histórico clínico, sinais clínicos, exames laboratoriais e testes específicos. Alguns dos métodos diagnósticos comuns incluem:


Exames Laboratoriais:

  • Sódio e Potássio: Uma relação sódio:potássio baixa pode ser um indicativo de hipoadrenocorticismo;
  • Cortisol: Níveis de cortisol podem ser medidos no sangue para avaliar a função adrenal. Geralmen te se mensura o cortisol basal e o cortisol após baixa dose de dexametasona;
  • ACTH Estimulação: O teste de estimulação com hormônio adrenocorticotrófico (ACTH) é um teste padrão para avaliar a resposta das glândulas adrenais.

Testes Específicos:

  • Teste de Estimulação com ACTH: Como mencionado anteriormente, este teste é crucial para confirmar o diagnóstico de hipoadrenocorticismo.
  • Teste de supressão de  Cortisol: Pode ser usado como um teste de triagem inicial.

Exames de Sangue Adicionais:

  • Perfil Bioquímico: Pode revelar anormalidades como hipercalemia, hiponatremia, hipoglicemia, entre outros.

Hemograma Completo: Pode mostrar anemia e outras alterações associadas.

tem mais conteúdo na próxima página…

Páginas: 1 2 3