Será que meu Cão tem “Olho Seco” ?

http://www.animaleye.com.au/Information/AboutEyeDiseases/DryEye/tabid/21047/Default.aspx

        A Síndrome do olho seco ocorre quando há produção insuficiente do filme lacrimal. O filme lacrimal é composto por glicoproteínas, lipídio, sua, eletrólitos, imunoglobulinas, lactoferrina, lisozima e citocinas. Pela sua composição, ele cumpre importante papel na proteção e homeostase da superfície ocular.
O filme ocular ainda possui as funções de fornecer oxigênio para a córnea; lubrificação da córnea, diminuindo seu atrito com as pálpebras no ato de piscar; fonte de proteína com ação antimicrobiana; remoção de febris e restos celulares por meio da sua drenagem.

 

A Síndrome do Olho Seco também é chamada Ceratoconjuntivite Seca, e pode ocorrer por muitas causas como : doenças infecciosas como cinomose e leishmaniose, má formação do ducto da glândula, após remoção da glândula lacrimal acessória, induzida por medicamentos, secundária a otites média e interna, doenças metabólicas como hipotiroidismo, hiperadreno participamos, diabete mellitus, atrofia senil.
Algumas raças são predisponentes como o Bulldog inglês, Lhasa Apso, Shu teu, West Highland White terrier , Pug, Cocker Spaniel Americano, Schnauzer, Samoieda
Sem a produção da lágrima, que está junto do filme lacrimal, a córnea não é lubrificada, ocorre uma irritação da mesma que pode ser seguida de inflamação, e as vezes formação de úlceras.

https://www.americanveterinarian.com/journals/amvet/2017/october2017/dry-eye-in-dogs

      Sem o tratamento adequado, com substâncias que promovam a lubrificação ocular, medicamentos antinflamatórias e aqueles que favorecem o aumento da formação da lágrima/filme lacrimal, o processo crônico pode levar à cegueira total.

A Homeopatia pode auxiliar no início dos sintomas,  ou agir como terapia complementar em terapia convencional nos casos avançados. A remissão ou melhoria do quadro vai depender do diagnóstico e da disciplina do tutor no tratamento.

 

By Leonora Mello

A imagem pode conter: cão e texto

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *