Existem animais com autismo?

Não há comprovação a respeito do diagnóstico de autismo para cães e gatos de estimação.
Mas sabemos que alguns deles apresentam sintomas, como falta de conexão com outros animais e/ou pessoas, comportamentos obsessivos esporádicos, como correr atrás da cauda, lambedura excesso sob estresse, olhar vago, não responder a comandos, nào suportar situações como muito barulho, a confusão das ruas ao passear.
Podem se tornar agressivos sem qualquer razão, ou ter reações inesperadas de fuga…
Estes comportamentos alienados podem ocorrer em animais que foram muito maltratados, ou mesmo em ninhadas de animais de raça pura. Podem ter aparencia normal, ou um olhar vago, olhos separados, alguma outra alteração física.
Estes animais necessitam cuidados especiais, as vezes de adestramento comportamental, ou mesmo serem medicados. Uma alternativa ao uso de medicamentos convencionais como a amitriptilina, ou fluoxetina, é a utilização de Homeopatia e Florais. Eventualmente uma alimentação natural também pode ajudar, pois ainda não se sabe se intolerâncias alimentares lactose, e alimentos refinados, tal como no ser humano, podem agravar o quadro.
Enquanto a ciência não comprova de fato as causas destes comportamentos diferentes, podemos tentar ajudá-lo com as Terapias Complementares.

By Leonora Mello

Literatura consultada:

https://www.sciencefocus.com/nature/is-autism-found-in-any-other-animals/

http://www.sld.cu/galerias/pdf/sitios/mednat/role_of_homoeopathy_in_the_management_of_autism.pdf