ESCOVAÇÃO E HIGIENE BUCAL DE CÃES E GATOS

 

A escovação de dentes em cães e gatos é muito necessária e com certeza evitaria as frequentes anestesias para que sejam feitas limpezas e extrações dentárias em consultório veterinário.

Estas limpezas, realizadas pelo clínico geral, ou em situações mais complicadas, pelo odontólogo veterinário, acontecem mais cedo ou mais tarde mas se o tutor conseguir fazer uma boa manutenção da limpeza dos dentes e higiene bucal, com certeza irá preservar muito mais a durabilidade dos próprios dentes e gengivas, assim como a saúde geral do seu animal de estimação.

Por outro lado, a negligência com a saúde bucal pode acarretar problemas graves, desde o mau hálito, como também gengivites, periodontites, amolecimento e queda dos dentes, até mesmo a disseminação de bactérias pelo organismo, levando à endocardite, artrite séptica ou glomerulonefrite.

Existem escovas e dedeiras especiais, mas para acostumar o animal com a escovação, pode-se apenas enrolar o dedo em uma gase, e aplicar a pasta dental, e aos poucos tentar introduzir a escova, ou a dedeira, como o animalzinho se adaptar melhor. O creme dental tem de ser específico para uso veterinário, não podendo ter mentol ou xilitol, que são tóxicos para os animais. A escovação deve ser feita em média três vezes por semana.

 

Há atualmente, inúmeros produtos que auxiliam evitando a formação da boca e diminuindo a halitose. Alguns são misturados água, outros na ração. Há também biscoitos desenvolvidos com o fim de limpar os dentes. E as rações super-premium também têm os grãos elaborados com este fim, mas ainda a escovação é quem realmente mantém o animalzinho livre das placas bacterianas que irão se transformar em tártaro.

Pode-se utilizar formas mais naturais, como o bicarbonato de sódio, este utilizado em receitas. Pode-se prepara-lo misturando com um pouco de água, até formar uma pasta, e usar sobre os dentes, uma vez por semana( não há necessidade de enxaguar). Quando o tártaro já se formou, e há também inflamação das gengivas, recomenda-se compressas com uma solução de tintura mãe de Calendula, Malva e própolis. Tintura de cravo também tem uma ação antimicrobiana e anti-inflamatória. Porem é necessário diluir as tinturas em água morna/quente, para que o álcool evapore, e  não seja irritante para a mucosa oral.

by Leonora Mello

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *