CUIDADOS COM SEU ANIMAL DE COMPANHIA DURANTE AS FESTAS DE FINAL DE ANO

Final de ano  é sinônimo de festa,  alegria, descontração e todas as manifestações  para   comemorar  um tempo novo que chega.

Porém, às vezes a empolgação é demais, e um exemplo disso são os excessivos fogos de artifício que soltam. Ocorre que os animais de estimação sofrem muito com isso!

A audição dos cães é muito superior á dos seres humanos. Conseguem detectar um som quatro vezes mais distante do que o homem. Além disso, o seu intervalo de frequências auditivas é também, mais vasto. Os cães conseguem detectar frequências que vão desde os 10Hz até aos 40.000Hz.

Já audição dos gatos, é muito apurada e é mais sensível aos sons agudos. Enquanto a frequência de percepção humana vai até aos 20.000Hz, a dos gatos vai de 60Hz até cerca dos 65.000Hz. É por esta razão que os gatos percebem o movimento humano a alguns metros de distância.

Tanto o cão como o gato, ficam atordoados com os fogos de artifícios, podendo fugir de suas casas e se perderem, ou sofrer algum acidente. Tentam fugir desesperados, se jogam contra as portas, quando não encontram um refúgio. Mesmo quando dentro de casa, aqueles que são mais sensíveis, sofrem bastante.

Aconselha-se não deixar sozinhos os cães e gatos que entram em pânico com o barulho atordoante dos fogos de artifício . Sempre que possível, deixá-los  protegidos em um local fechado que possa abafar o som.

Uma boa estratégia é ligar um som ambiente tranquilo, de modo que camufle os estrondos lá fora. Adotar uma atitude tranquila, sem ficar agarrando ou demonstrando super-proteção.

Dá muito certo utilizar florais, seja usando spray no ambiente, por via oral, ou misturado na água. Um floral muito interessante é o Rescue, um floral de Bach para situações de emergência e stress extremo. Também existem os Florais de Minas, e entre eles podemos citar o Buquê de 9 Flores, e o Calmin. Em vez de fazer em brandy, como normalmente é preparado, pode pedir para fazer em glicerina.

Podem ser administradas 3 ou 4 gotas por via oral, 4 vezes ao dia. Ou diluir 10 gotas na vasilha de água, ou no recipiente de spray para borrifar de vez em quando no ambiente.

Outro alerta importante é o cuidado que deve se ter com a comida durante os festejos de final de ano, em relação aos cães e gatos. Passas, uvas, sementes de maçã, chocolate,  têm de ser evitados pois são tóxicos para eles, havendo registro mesmo de casos de óbito.  Também não deve se oferecer ossos de forma alguma, pois podem ocasionar obstruções no trato digestivo, ou perfurações  que necessitam de cirurgias de emergência.

Nesta época do ano, há muitas ocorrências de emergência nas Clínicas Veterinárias. Mas com cautela e atenção, é possível  que todos se divirtam com segurança, celebrando novos tempos.

uva

By Leonora Mello

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *